[home][projectos de mestrado]

Tese de Mestrado:

A Tarifa Bi-Horária e o Condicionamento da Procura de Electricidade no Sector Residencial

Sumário:

As constantes alterações nas solicitações de potência e a necessidade de as satisfazer conferem ao mercado de energia eléctrica características muito especiais. O ritmo de vida dos consumidores, sejam eles domésticos, indústrias ou serviços, e a sua dependência face aos serviços de energia eléctrica faz com que as necessidades variem ao longo do tempo. Por outro lado as empresas do sector devem estar preparadas para satisfazer estas solicitações em boas condições de qualidade (quer seja quanto ao nível de tensão, à frequência, à poluição harmónica, ou à continuidade do abastecimento, entre outras). Os elevados investimentos nos sistemas eléctricos de energia, para satisfazer solicitações muitas vezes pontuais, bem como a escassez dos recursos energéticos, entre outras razões, criou nas empresas do sector o interesse em desenvolver meios que permitissem adiar as necessidades de novos investimentos. As referidas medidas podem ser de intervenção directa sobre as cargas ou de criação de potenciais estímulos que induzam no consumidor o interesse em alterar os padrões de consumo dos equipamentos. As estruturas tarifárias têm evoluído neste sentido, fazendo reflectir nos preços as variações com o tempo dos encargos para satisfação da procura. Surgiram assim as tarifas variáveis com o tempo de uso.

Na definição de uma estrutura tarifária que esteja adaptada à situação é importante o conhecimento da população consumidora em termos de montantes de consumo, períodos de consumo, tipo de equipamentos de uso final, entre outros elementos. Os elevados custos associados a estudos de avaliação de impacto de medidas de condicionamento da procura de electricidade, entre as quais se destacam as estruturas tarifárias, têm feito surgir metodologias que permitem estimar esses impactos e auxiliar na definição e decisão de implementação das medidas sem recurso a experiências piloto.

Este trabalho propõe uma metodologia de avaliação do impacto da tarifa bi-horária no sector doméstico. Partindo de informação diversa de caracterização dos consumos do sector, nomeadamente no que diz respeito à posse de equipamentos de uso final, períodos de utilização dos serviços desses mesmos equipamentos e interesse em alterar os períodos de utilização dos equipamentos por parte dos consumidores de modo a poder tirar partido da tarifa bi-horária, pretende-se estimar as alterações nos padrões de consumo provenientes da adesão à tarifa. A proposta metodológica está organizada em três grandes etapas de procedimentos: estimação de diagramas de carga a partir de diagramas de utilização do serviço de energia, avaliação do potencial técnico de desvios de consumo e estimação de diagramas de carga com desvios de consumo. Para a estimação de DC foi desenvolvido um instrumento, usando algoritmo de aprendizagem através de exemplos.

Para o desenvolvimento metodológico foi utilizada informação recolhida durante um estudo de caracterização de consumos de electricidade na cidade de Coimbra. Com propósito ilustrativo, a proposta metodológica foi aplicada a informação recolhida por meio de inquérito postal a uma amostra da população do mesmo concelho.

 

Algumas das publicações para que contribuiu:

"Time-of-day Tariff as an Electricity Demand-Side Management tool for the Residential Sector A Methodology Contribution", UIE2000 International Conference, Lisboa, 2000.

 

Local de desenvolvimento:

Escola Superior de Tecnologia de Setúbal do Instituto Politécnico de Setúbal   

 

Orientação/Coordenação:

Prof. A. Gomes Martins  

 Prof. Humberto Jorge

 

Aluno:

José Luís de Sousa

 

[home][projectos de mestrado][topo]